Play
Prev
Next

Através da dança desenhamos novas trajetórias e transformamos vidas

Arquivo em: Escola de Dança,Petite Danse,Projeto Social — dancaravida @

Através da dança desenhamos novas trajetórias e transformamos vidas!

Conheça essa história!

Matheus Sousa fez parte do Projeto, atuou como bailarino na Cia Dançar a Vida e atualmente, enquanto organiza a documentação para se mudar para Europa, atua como coreógrafo na escola de Dança Petite Danse para trabalhos que são apresentados nos festivais de dança.

A história de vida e carreira dele, é marcada por superações! Conheça um pouco dessa história.

“Meu nome é Matheus Sousa, tenho 22 anos. Nasci em Santo Antônio de Pádua e lá comecei a fazer aulas de ballet em 2008.

No ano de 2010 a partir da audição do projeto Dançar a Vida, ganhei uma bolsa de estudos para a Escola de Dança Petite Danse.

Graças ao projeto, tive várias oportunidades de conhecer lugares incríveis de todo o Brasil, aprender com grandes mestres do ballet do Brasil e do mundo.

Além da bolsa de estudos que minha família não tinha condições de financiar, morei no alojamento que o projeto oferece para alunos que vem de outra cidade como eu.

Tive a oportunidade de entrar na companhia Dançar a Vida, onde obtive toda minha bagagem profissional, pude dançar em muitos lugares diferentes, para públicos que ainda não tinham contato com arte, e isso é muito gratificante.

Esse ano passei três meses na Europa (Janeiro a Abril) visitando, fazendo aulas e tentando ingressar em alguma cia européia. Foram 14 audições, nove países, mais de 20 cidades. Consegui um contrato em Lecce na Itália. Estou muito feliz, e me sinto grato a todos as pessoas que acreditam no projeto Dançar a Vida. Graças a escola e o projeto pude fazer uma viagem que jamais imaginei.

Muito Obrigado a todos. “

Bailarino do projeto social Dançar a Vida

Bailarino do projeto social Dançar a Vida

Bailarino do projeto social Dançar a Vida


Dança é Cultura

"A cultura é base para a construção da identidade de um povo, seja de forma religiosa, lúdica ou performática, expressada através de manifestações culturais em diversas áreas como música, esportes e dança. Baseado nesses princípios, entendemos que a dança pode contribuir significativamente para a construção de uma sociedade mais justa, facilitando a inserção de valores morais e éticos, pilares para formação de qualquer indivíduo."