Play
Prev
Next
Home » O Projeto » Patrocinadores

Patrocinadores


 

O Projeto Social Dançar a Vida não possui patrocínio de manutenção, e conta apenas com o apoio da Escola de Dança Petite Danse e de colaboradores.

A Companhia Dançar a Vida conta com patrocínio de empresas como BNDES, Eletrobras, e Brookfield, através da Lei Rouanet de Incentivo a Cultura e desde 2009 realiza espetáculos itinerantes com entrada gratuita, afim de de divulgar a dança em diversas regiões do Brasil

Desde 2009 a Companhia Jovem Dançar a Vida tem recebido o patrocínio da Eletrobras e BNDES.  Graças a essas empresas, a companhia pode desenvolver importantes espetáculos:

  • “Villa Lobos, Uma Canção de Amor” – 2009/ 2010

Projeto Social "Dançar a Vida" - Academia de Dança Petite Danse

 

  • “Nos Passos da Dança” – 2010/ 2011

Nos Passos da Dança - Escola de Dança Petite Danse

 

A realização desses espetáculos possibilitou inúmeras escolas públicas de diferentes bairros do Rio de Janeiro, a assistir, conhecer, aprender e apreciar a arte da dança. Por ter um perfil  itinerante, a Companhia percorreu diversos bairros da periferia levando a dança ao grande público que pouco acesso tem a esse tipo de evento.

As apresentações aconteceram em lonas culturais, praças, hospitais, teatros e espaços alternativos. Dessa forma, pessoas de todas as idades e classes sociais tiveram a oportunidade de assistir e se encantar com jovens bailarinos.

Em 2012 a Companhia iniciará um novo trabalho também patrocinado pelas empresas: BNDES e Eletrobras.

  • “De Tudo Se Faz Canção”  – Com trilha sonora de Milton Nascimento, que gentilmente nos cedeu os direitos autorais para a criação desse espetáculo.

De Tudo Se Faz Canção | Escola de Dança Petite Danse

  • “Enquanto a Banda Passar” – O Espetáculo, da Cia Jovem Dançar a Vida, pretende conduzir para uma reflexão a respeito das coisa simples da vida, inspirado principalmente pela música “A Banda” que por sua simplicidade conseguiu conquistar pessoas de todas as gerações, como foi exaltado pelo poeta Carlos Drumond de Andrade em entrevista ao jornal Correio da Manhã no ano de 1966: “a felicidade geral com que foi recebida essa banda tão simples, tão brasileira e tão antiga na sua tradição lírica, que uma rapaz de pouco mais de vinte anos botou na rua, alvoroçando novos e velhos, dá bem a ideia de como andávamos precisando de amor”. E ainda andamos precisando, por isso venha se emocionar e ver que os sonhos não terminam enquanto a banda passar…

Espetáculo "Enquanto a Banda Passar"
Nossos agradecimentos à:

Dança é Cultura

"A cultura é base para a construção da identidade de um povo, seja de forma religiosa, lúdica ou performática, expressada através de manifestações culturais em diversas áreas como música, esportes e dança. Baseado nesses princípios, entendemos que a dança pode contribuir significativamente para a construção de uma sociedade mais justa, facilitando a inserção de valores morais e éticos, pilares para formação de qualquer indivíduo."